Jump to content
BritneySpears.com.Br: Rebellion

Dragon

Membro
  • Content Count

    8,012
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    145

Dragon last won the day on September 18

Dragon had the most liked content!

About Dragon

  • Rank
    Me Against The Music

Recent Profile Visitors

30,134 profile views
  1. Já era tempo, hein?! Óbvio que o Jamie tem um batalhão de advogados e dos bons e ainda deve ter ajuda extra da equipe da Dina. Não muito tempo atrás eu já li que a Jamie Lynn era boa irmã pq a Britney apareceu no Tik Tok com ela, o Bryan era a única esperança pq até então não se metia com a imprensa e toda a guerra midiática seria ruim pra saúde do Jamie, que já tem certa idade... Kkkk Enaltecer a Lou é só uma das pérolas rs.
  2. Dragon

    Documentário

    Não sabia desse doc., mas se vai ficar nesse lance de party girls... Vou procurar o trailer.
  3. Oops vai chegar aos 500 milhões em breve tbm e deve passar BOMT (álbum). Meio nada a ver, mas ano que vem será aniversário de dez anos do FF e vinte do Britney. A gravadora deve fazer uns demand pra "agradecer" os fãs. Além de Mood Ring, a RCA lançou uma música do bionic (completou dez anos) da Xtina que se eu não me engano foi o mesmo esquema de MR, música velha que não foi liberada mundialmente. Pro FF talvez liberem Scary, seria uma boa ideia. Vamos fingir que foi por causa de muitos pedidos dos fãs... Mas eu espero que isso aconteça.
  4. O que tem a ver a Gaga gostar de aparecer e fazer sexo com mulher com não ter pensamentos suicidas? Muitos narcisistas já se mataram. Existem gatilhos e eu postei o exemplo dela pq as tais fontes ligadas a Britney também dão a entender que ela tem esses pensamentos e vai se matar caso consiga a liberdade. Eu não sou fã da Gaga e não gosto da personalidade dela, mas os problemas mentais que talvez tenha não precisam ser diminuídos pq ela se vestiu de carne. É a mesma coisa gente que julga a Britney por ter saído sem calcinha, raspado a cabeça, entre outros escândalos e não acredita que ela mereça empatia por isso. Que ela mereceu toda a exposição e que agora tá colhendo o que plantou, infelizmente têm gente que pensa assim tbm... Veem a Britney como viciada em fama e tudo que fez foi calculado por marketing.
  5. Olha, taí a primeira coisa que concordo com você fatality. Melhor ficar na siririca do que com gente que não vale nada, a própria já compôs canção sobre o tema. Sexo não é recompensa por nada, vem com outras coisas e sabia que nem é preciso namorar pra praticar, olha que máximo?! Team siririca, sempre!
  6. Não. Ela fez alguns filmes B como ninfeta sedutora, chegou a posar pra Playboy... aí foi conseguindo participações em projetos maiores, como um filme do Batman. Quando ela participou de Scream já tinha voltado a ser queridinha, tanto que foi convidada pra ser a protagonista, mas teve que recusar por conflito de agenda... mesmo assim gravou por um dia e foi a primeira a morrer.
  7. A vovó comprou presentinhos com as revendas da Jequiti? Teus cremes não devem render muito... Sonsalynne, Sonsalynne. Eu fiquei surpreso do Sean estar magro assim, ele tá tão magro quanto o Kaleb numa outra foto. Ai, não gosto de pensar, mas seria muita sorte esses meninos não serem problemáticos daqui uns anos mesmo. As duas famílias podres, pressão, a situação da mãe, o pai ser esse lixo desempregado, etc... Espero de verdade que os dois tenham apenas uma fase ruim.
  8. Bom, já falaram que ele era do casting de uma agência de modelo que tem alguma ligação com a tristar, mas isso eu não sei se é verdade. O que é vdd é que ele já havia trabalhado no clipe com as Fifth Harmony, clientes diretas do Larry + Lou + Dina Lapolt, poucos meses antes das gravações de slumber party.
  9. Essa Morgan postou fotos e vídeos com o Whey logo que o namoro dele com a Britney foi anunciado. Apesar de algumas coisas claramente serem mais velhas na época, a moça afirmava que eles ainda namoravam e que o coiso enganava a Britney. Tem uma matéria que ela diz que esse cara pula de galho em galho não por ser mulherengo, mas pra conseguir melhores oportunidades de carreira. A Morgan era estrela de reality show.
  10. Depois que saiu aquele comunicado que a Britney apoia o movimento e realmente quer o fim da conservadoria, a narrativa da imprensa começou a mudar um pouco e muita gente passou a levar a preocupação dos fãs mais a sério. N sei se foi orientada a ficar calada, mas eu acho que não ajudou muito não. Não é nem questão dela gravar um vídeo chorando desesperada, mas deixar mais claro certas opiniões sobre as coisas seria o ideal. Toda a saga do Instagram se deu pela falta de transparência, virou uma bola de neve e hoje têm gente que acredita mesmo que a Britney morreu e contrataram uma sósia rs. Mensagens criptografadas no IG são úteis até certo ponto. Agora passam duas impressões pra mim, que talvez estejam bem erradas, mas... Uma é a Britney gostar de toda essa atenção, se divertir com toda a bizarrice. A outra é ela não ter a real dimensão do que tem acontecido, tá isolada na bolha.
  11. Ela fala bem naturalmente sobre tudo e faz piada da situação hoje em dia. A mãe a levava pro Studio 54 e ofereciam de tudo pra ela, começou no champagne e vou indo pras coisas mais pesadas. Depois do tempo na clínica a Drew já não tinha mais carreira, os escândalos e o peso impediram que continuasse com bons projetos. Ela teve que recomeçar do zero, foi trabalhar de garçonete e teve que voltar a fazer testes. A história da Drew é muito boa, um baita exemplo.
  12. É complicado entender, nos últimos anos nas poucas entrevistas que deu, a Britney falou bem superficialmente sobre saúde mental e a "timidez excessiva" que a prejudica. Não pareceu pisar em ovos, falou de forma natural. Eu acho que existe uma combinação entre gente datada que comanda a carreira e acredita que mostrar Britney com uma doença mental prejudicaria sua imagem e os negócios + o próprio esquema da conservadoria talvez não possa ser exposto, então é melhor não entrar em nenhum assunto ligado a doenças. Vamos lembrar que até ano passado o grande público não tinha conhecimento que Britney está numa conservadoria e nem o que significa isso. Eu não duvido tbm, ainda mais por certas palavras do Jamie e Bryan, que a família trata a questão "doenças mentais" como um bicho de sete cabeças, uma vergonha. Aquele povo é ignorante de tudo, o Bryan falou sobre a irmã como se fosse total incapacitada e como se a conservadoria tivesse funcionado pro bem da família e não pra ela. Deve ter rolado um gaslighting pesado. Britney foi uma das celebridades que mais sofreu por estigmas ligados a saúde mental. Quase toda popstar atual já assumiu algum transtorno e as gravadoras nem privam mais, isso gera empatia. A Mariah foi obrigada a se calar sobre a doença por anos e ela mesma tinha vergonha de admitir devido ao preconceito. Hoje tem liberdade pra falar e até é um exemplo. A Britney não é obrigada a assumir nada, mas o silêncio não ajuda mesmo.
  13. No tópico vou colocar alguns exemplos de celebridades que tem/tiveram diferentes tipos de problemas e precisaram de ajuda em algum momento, mas nem por isso seus direitos foram extirpados e suas vidas suprimidas como aconteceu com a Britney. Mariah Carey por quase vinte anos escondeu ter transtorno bipolar. Foi diagnosticada em 2001 depois de um meltdown na época de divulgação do Glitter. Hoje em dia ela fala normalmente sobre o assunto. Robert Downey Jr. destruiu a própria carreira pelo descontrole no vício em drogas, em um mês preso três vezes. Condenado, descumpriu a condicional e voltou várias vezes pra cadeia. Muitos comebacks, muitas recaídas. Depois das prisões e internações conseguiu controlar o vício, hoje é um dos atores mais rentáveis e respeitados de Hollywood. Drew Barrymore teve uma das histórias mais trágicas entre os atores mirim. Começou a beber aos oito, viciada em cocaína aos onze, com uma mãe ambiciosa que empurrava a filha para a vida adulta. Aos 13, Drew destruiu a casa após um surto e sua mãe a internou numa clínica psiquiátrica, a menina ficou lá por quase um ano, depois foi emancipada e começou a dar a volta por cima ao se afastar de sua mãe abusiva. Hoje além de atriz e produtora de sucesso, estreou seu próprio programa. Esta semana a Gaga deu uma entrevista onde admitiu ter pensamentos suicidas por causa da fama (lembre que as tais fontes próximas a Britney dão a entender que ela tbm tem esse tipo de pensamento). Admitiu ter depressão e ansiedade. Essas pessoas passaram por problemas e nenhuma merece ser diminuída por isso. Independente da condição da Britney, a conservadoria nunca fez sentido já que qualquer problema que tinha ou tenha poderia ser controlado de outras formas menos invasivas.
  14. Ela já tinha postado a tag bem antes de ser popularizada. Apoio real sem querer biscoito. Maravilhosa.
  15. Saiu naquela conta BritneyLA do carinha que organiza as manifestações FreeBritney que ao que parece seis projetos diferentes têm sido planejados, mas ele não deu detalhes. Não dá pra confiar 100% pq é fonte Britfã, então já viu... Mas eu não acho que ele teria motivo pra inventar isso.
×
×
  • Create New...