Jump to content

Archived

This topic is now archived and is closed to further replies.

Gaganás

[#TBT] Reação da Britney a "Cry me a River" e pq eles nunca voltaram (apesar das tentativas do Justin)

Recommended Posts

Não sabia dessa foto do Justin "raspando a cabeça", que lixoooooo

Alguém pode me explicar o que deu com a Janet? Fiquei curiosa...

Em resumo, o Justin foi convidado da Janet no Superbowl 2004.

Durante a performance de "Rock your Body", na sequência final da coreografia o Justin tira parte do top da Janet (no trecho da música que diz: "Eu vou te deixar nua até o fim dessa canção")... Só que isso gerou a maior polêmica EVER nos eua, pq o Superbowl é o programa mais assistido deles, transmitido ao vivo pro mundo (o que impossibilita cortes de cena) e é considerado um evento familiar familiar pra tal cena, que seria aceita tranquilamente num VMA (como foi o beijo lésbico da Madonna e Britney no ano anterior).

Eles afirmaram que não foi algo planejado, que foi um acidente, mas não colou e uma onda de boicote a Janet e ele começou nos EUA... Só que ele praticamente se eximiu da culpa e a Janet levou a responsabilidade sozinha, tendo flopado nos EUA desde então.

Link to post
Share on other sites

Sim, então... Na hora devem ter pensado que ele ia polemizar e hitar, então deixaram. Eu acho que o pior foi porque não paravam de perguntar e ele ficava falando besteira.

Se ele tivesse lançado o clipe e tivesse ficado calado teria criado polêmica mas não ia dar o bafafá que deu na mídia, o que seria bom pra ela, não pra ele.

Na verdade o bafafá ia acontecer de qualquer forma, mesmo sem declarações, pq ele colocou uma sósia dela no clipe insinuando uma traição. E tudo isso após o término sem explicações do "casal real" dos Estados Unidos.

A divulgação da música foi toda em cima da suposta traição, desde o conteúdo da letra, até as entrevistas e o clipe que traz vários elementos que ligavam a Britney.

A boina usada inclusive é igual a uma das últimas aparições oficiais dos 2, na estréia de Crossroads.

1j55ib.jpg

282eba3fb4919b9789183c4aa961169b.jpg?63b

Link to post
Share on other sites

lauren_hastings_model.jpg

A modelo Lauren Hastings, que interpreta a "Britney" no vídeo, deu uma entrevista pra Q Magazine de Junho de 2009 e diz que o próprio Justin confirmou que a escolheu por ela parecer a Britney.

"Eu fui a audição e eles perguntaram se eu ficaria confortável em fazer um vídeo dando uns "amassos" no Justin Timberlake. Eu disse Sim! Eu tinha uma grande atração por ele e uma vez até namorei um cara só porque ele parecia com ele. O vídeo foi gravado durante três dias em uma mansão em Malibu, próximo a casa da Cher. Eu estava bem nervosa quando fui conhecer o Justin e ele disse que tinha me escolhido a dedo porque eu parecia com a Britney. Claro que eu o achei atraente, mas fui profissional e tratei como um outro trabalho."

http://www.songfacts.com/detail.php?id=2439

Pro Justin foi ótima a controvérsia, ele teve atenção integral da mídia (coisa que não aconteceu com "Like I Love You"), o clipe bombou na MTV e a polêmica em torno do vídeo virou até capa de uma das revistas de maior circulação dos EUA...

flip1.jpg

E ainda rendeu a ele estatuetas no VMA e Grammy.

70499_ga.jpgjustin-timberlake.jpg

Link to post
Share on other sites

Minha admiração pelo Justin caiu para zero. Muito idiota. E ele realmente conseguiu o que planejava, se sair como o homem apaixonado que foi traído pela maior queridinha dos EUA. Como disse a rainha, ele foi esperto, muito esperto.

Sim, é repugnante como ele conduziu essa história...Tanto que apesar dele ter um histórico de traições à Britney e ter ido em rede nacional vender detalhes da vida sexual dos dois, ele foi transformado no príncipe apaixonado que foi traído pela namoradinha da américa... Jogando toda a culpa do término do "Casal Real" nela.

E é interessante ver essa entrevista dela pra ver como tudo foi manipulado. Desde o fato dele ser "O traído" (quando na verdade já tinha traido ela antes), até como ele levou a situação pra evitar um possível veto dela ao clipe, tendo em vista que a Britney era o maior nome da gravadora e tinha autonomia pra isso.

Se o que ocorreu tivesse sido tão traumático como ele pintou, não teria tentado voltar o namoro com ela.

Depois de saber tudo isso, não me espanta o fato da Britney evitar qualquer tipo de contato com ele.

Link to post
Share on other sites

No "Chaotic" vemos ela falar abertamente sobre a situação mais uma vez em conversa com o Kevin

BRITNEY - Tenho que dizer que eu to bem entediada

KEVIN - Canta um trecho de "My Band" (parceria do Eminem com D12)

BRITNEY - O que você acha do Eminem?

KEVIN - Ele é um gênio!

BRITNEY - Ele é um gênio, mas reclama demais...mas sabe, isso é legal!

KEVIN - Eu não o conheço pessoalmente, não sei....

BRITNEY - É bom ver caras reclamando sobre coisas que as garotas fizeram com eles (canta trecho de Cry me a river). Eu honestamente acho que isso é coisa de menininha, mas...( Kevin tem uma crise de risos, assim como a Britney). Mas sabe, vale a pena qualquer coisa pra te colocar no jogo né? Te fazer ser notado. É legal, controverso. É o que todos eles querem, o que as pessoas querem ver. É difícil se manter no jogo, então... mas eu não gosto quando ficam mordendo e assoprando. Eminem mantém as suas idéias. Ele é um filho da puta, fodão e mantém isso. Eu não gosto de pessoas que se vendem e ficam fingindo. Isso é doentio pra caralho! Eu conheço alguns cavalheiros que agem assim..."

Link to post
Share on other sites

No "Chaotic" vemos ela falar abertamente sobre a situação mais uma vez em conversa com o Kevin

BRITNEY - Tenho que dizer que eu to bem entediada

KEVIN - Canta um trecho de "My Band" (parceria do Eminem com D12)

BRITNEY - O que você acha do Eminem?

KEVIN - Ele é um gênio!

BRITNEY - Ele é um gênio, mas reclama demais...mas sabe, isso é legal!

KEVIN - Eu não o conheço pessoalmente, não sei....

BRITNEY - É bom ver caras reclamando sobre coisas que as garotas fizeram com eles (canta trecho de Cry me a river). Eu honestamente acho que isso é coisa de menininha, mas...( Kevin tem uma crise de risos, assim como a Britney). Mas sabe, vale a pena qualquer coisa pra te colocar no jogo né? Te fazer ser notado. É legal, controverso. É o que todos eles querem, o que as pessoas querem ver. É difícil se manter no jogo, então... mas eu não gosto quando ficam mordendo e assoprando. Eminem mantém as suas idéias. Ele é um filho da puta, fodão e mantém isso. Eu não gosto de pessoas que se vendem e ficam fingindo. Isso é doentio pra caralho! Eu conheço alguns cavalheiros que agem assim..."

OMG kkkkkkkkk Britney sambou com o que disse, nunca conseguia compreender o que ela dizia.

Esse tópico foi bom, porque descobri coisas que eu nunca esperaria do JT e conhecer a versão da Britney. Vivendo e aprendendo.E o pior foi a mídia "apoiando" ele, sem mostrar o lado dela, triste.

Link to post
Share on other sites

  • Similar Content

    • By Fê Mendes
      Bom, como todo mundo sabe Britney Spears e Justin Timberlake foram namorados e isso é um acontecimento que a Cultura Pop nunca nos deixou esquecer, mesmo a relação tendo terminado oficialmente em 2002 em meio a boatos de traição por parte da Britney.
       
      No entanto, é importante entender o passo-a-passo dessa relação e ver que as coisas não aconteceram exatamente como boa parte do público acredita. Entenda a relação de Britney Spears e Justin Timberlake em ordem cronológica e entenda como chegou ao ponto deles evitarem até se encontrar.
       

       
      Britney e Justin se conheceram aos 11 anos de idade, durante as gravações do “The Mickey Mouse Club” na Flórida. Os dois faziam parte do elenco principal de crianças que cantavam, dançavam e atuavam ao lado de nomes que também se tornaram grandes estrelas como Ryan Gosling e Christina Aguilera. Nesse período, Britney e Justin tiveram seu primeiro “namorinho”, tendo sido no Justin o primeiro beijo da Britney – como ela e ele já disseram em entrevistas, tendo sido a mais recente em 2013.
       

       
      Com o cancelamento do programa, Britney e Justin se separaram e ela voltou a viver em Louisiana onde ficou até um pouco antes das gravações do álbum “…Baby One More Time”. Os dois se reencontraram em 1998, quando Britney - que até então ainda não tinha lançado álbum e o icônico vídeo clipe que a transformou em um Icone Pop - abriu alguns shows  promocionais do NSYNC, sendo o próximo investimento da Jive Records.
       

       
      A Felícia, assistente pessoal da Britney,  revelou que os dois começaram um affair durante esse período, no entanto, eles negavam pro grande público e só assumiram o relacionamento anos depois no MTV Vídeo Music Awards do ano 2000, sendo a primeira aparição oficial dos dois como casal e viraram instantaneamente o casal real do Pop.
       

       
      A mídia e grande público entraram em colapso com o namoro dos dois maiores nomes da música Pop teen. Nesse período, eles eram tidos como o casal perfeito e cada vez mais a imprensa especulava sobre a virgindade da Britney, que tinha dado entrevista no início da carreira dizendo que era virgem e que gostaria de esperar até o casamento e etc.
       
      Anos depois, o coreógrafo Darrin Henson revelou em entrevista pra Rolling Stone que enquanto os dois afirmavam publicamente ser virgens, Justin pediu pra ele cheirar os dedos dele após um encontro com Britney: “Certa vez Timberlake saiu do ônibus da turnê e veio até mim dizendo: “Cara, cheira os meus dedos. Eu dormi com ela.”
       
        No período do namoro com o Justin, ela já não falava sobre virgindade e fugia de especulações. Eles inclusive foram morar juntos em 2001. Nessa entrevista de 2002 ela é perguntada sobre virgindade:     "Eu realmente gostaria de nunca ter falado sobre isso. Fiquei presa a essa situação, onde todos ficam perguntando sobre. Mas é algo que faz parte do nosso crescimento e pela qual todos passaremos. Isso é algo privado.”
       
      Nesse mesmo período, Justin foi flagrado por paparazzis em Londres saindo de um hotel após ter passado a noite com a cantora Nicole Appleton do All Saints.
       

       
      Existiam rumores sobre o Justin trair a Britney com uma das dançarinas da turnê mundial do NSYNC.  Essa mulher era a Jenna Dewan, hoje esposa do ator Channing Tatum e que confirmou o affair anos depois em entrevista pra US Weekly.
       

       
      A relação entre Britney e Justin continuou, tendo os dois inclusive se apresentado juntos no Saturday Night Live – uma das últimas aparições oficiais dos dois e onde se especula que o Justin descobriu um recado do Wade Robson, coreógrafo da Britney e NSYNC e que após pressionar a ele, o mesmo teria confessado ter beijado a Britney. Rumores dão conta que os dois terminaram o namoro por telefone dias após o Saturday Night Live e a première do filme Crossroads, que trazia a Britney como protagonista.
       

       
      Após o término, a imprensa começou a especular o término do relacionamento dos dois e isso tudo coincidiu com o lançamento da carreira solo do Justin Timberlake, que fez uma maratona por vários programas de TV onde dizia que amava a Britney mas que os dois não podiam ficar juntos por algo que tinha acontecido – o que aumentava ainda mais os rumores e especulações e jogava a responsabilidade sobre ela.
       

       
      Justin lançou seu primeiro single, “Like I Love You”, mas foi um grande flop pra o primeiro single da carreira solo dele e que teve estréia no MTV Video Music Awards. O curioso é que mesmo após o término, eles continuaram tendo uma boa relação – a Britney inclusive deu uma entrevista no red carpet do VMA 2002, onde seria a estréia da carreira solo do Justin e entusiasmada disse: “Eu estou bastante nervosa por ele, mas tenho certeza que ele não precisa de sorte porque ele é maravilhoso.”
       
       
       “Like I Love You” não foi bem nas paradas e teve peak de #11 na Billboard Hot 100, o que foi bem decepcionante pra alguém que liderou um dos atos musicais mais bem-sucedidos dos anos 2000.

       
      Foi ai que a estratégia de divulgação do álbum do Justin mudou totalmente de direção, mirando no término da relação dos dois. Tudo iniciou no “Howard Stern Show”, apresentador bastante sarcástico e que ofereceu tocar o single 30 vezes por dia na rádio se ele revelasse que tinha feito sexo com a Britney e contasse detalhes. Justin não só o fez, como ainda falou sobre como faziam sexo oral.
       
        Isso fez com que as atenções sobre a vida pessoal da Britney se intensificassem ainda mais por parte da imprensa, aumentando o número de paparazzis e manchando a imagem de “Queridinha da América” que a Britney até então possuía.
       
       

       
      Uma semana depois, o Justin foi capa da mesma revista, alimentando a mesma narrativa e dando credibilidade a US Weekly.
       

       
      Enquanto a mídia ia em polvorosa, o Justin – que tinha inclusive sido flagrado com outra mulher durante o namoro com a Britney – ia a programas de TV dizendo ser apaixonado por ela, fazer insinuações sobre a relação dos dois.
      Em entrevista pra Barbara Walters, Justin se vendeu como um cara apaixonado e a Britney como vilã. Inclusive, ele diz nessa entrevista que “prometeu pra Britney que nunca falaria especificamente sobre o porque eles terminaram”. Nessa mesma entrevista, ele diz que nenhuma das músicas do álbum de estréia eram pra ela e então toca no piano uma música chamada “Horrible Woman” (Mulher horrível) que diz na letra: “Eu pensei que nosso amor era tão forte, mas eu estava terrivelmente enganado. Mas olhando positivamente, hey girl, ao menos você me deu outra música sobre uma mulher horrível.”
      Após isso, como um cavalheiro, quando perguntado se Britney manteve a sua promessa de esperar até o casamento, Justin diz “Claro” e ri ironicamente.
       

       
      Aqui tem um vídeo de mais de 10 minutos de vários momentos onde ele falou sobre ela durante a divulgação do seu álbum.
       
      Mesmo após isso, Britney e Justin ainda tiveram uma relação de aproximação. Ela inclusive foi ao aniversário dele em Janeiro de 2003, mas tudo mudou após o lançamento do vídeo clipe de “Cry me a River”, que trouxe muita controvérsia – e sucesso comercial – ao Justin, tendo ganhado inclusive o Grammy e VMA, enquanto Britney e sua reputação eram questionados por todos os veículos.
       

       
      O vídeo trazia uma sósia da Britney  que inclusive usava uma boina semelhante a usada por ela em uma das últimas aparições que eles fizeram como casal na estréia de Crossroads. Isso trouxe muita atenção da mídia.
       
      Em meio a toda polêmica, Britney se manteve calada, mas mandou um recado nas entrelinhas ao aparecer com uma camiseta com os dizeres "Dump Him" (Chutei ele).
       

       
      Apesar de um flagra casual, isso terminou trazendo mais repercussão ao caso e na semana seguinte estava na capa da US Weekly.
       

       
      Nesse período, Britney passou por uma série de problemas como o divórcio dos pais e a descoberta do câncer da tia Sandra - o que fez com que ela tirasse uma “Pausa” do show business pra ser uma 'garota normal de 20 anos'. No entanto, as atenções da mídia aumentaram consideravelmente e a imprensa marrom passou a persegui-la inclusive em Kentwood, sua cidade de origem.
       
      Justin resolve sair em turnê com Christina Aguilera, até então considerada rival da Britney - o que só aumentou as especulações em torno dos dois.
       

       
      E parte da promo da tour girava em torno da relação de Britney e Justin. 
       
        Britney falou sobre o término pela primeira vez na W Magazine de Julho de 2003, onde falou abertamente sobre ter feito sexo com o Justin e disse que “achava que ele era a pessoa com a qual ela passaria o resto da vida.”
       

       
      As coisas ficaram ainda mais quentes durante o MTV Video Music Awards 2003, onde Justin se mostrou visivelmente desconfortável com a troca de carinhos entre Britney e Madonna. Foi a última aparição conjunta dos dois em Premiações, depois disso, eles nunca mais se cruzaram publicamente.
       


       
      O interessante é que após o VMA 2003, ele foi a Ellen e ela perguntou de maneira insistente sobre o que ele tinha achado e ele disse que: "Nada demais". Mas depois dessa performance, suas apresentações tiveram um apelo maior de schock value como a mão boba na Kylie Minogue e a exposição do seio da Janet Jackson no Super Bowl que aconteceu alguns meses depois.
       

       
      A revista "Hello" aproveitando o buzz do reencontro dos dois no VMA 2003, lançou uma revista com fotos inéditas e exclusivas do ex-casal, o que teve grande impacto na mídia.  As fotos traziam um casal feliz e apaixonado e foram feitas na casa que os dois moraram juntos no período de 2001 - 2002, mostrando o cotidiano do dia-a-dia e ao lado dos pais do Justin.
       





       
      Aparentemente as fotos tinham sido feitas pra anunciar o noivado dos dois e isso só reforçou que o relacionamento de "conto de fadas" não existia mais em razão do que a Britney tinha feito, ignorando o fato do Justin Timberlake trai-la reiteradamente bem antes da situação envolvendo o Wade Robson. Isso só reiterou o "slut shamming" da Britney na imprensa e grande público, que compraram a idéia do Justin.
       

      Em meio a diversos ataques de machismo e misoginia por parte da imprensa, Britney que estava pra lançar o álbum “In the Zone”, deu uma entrevista pra Rolling Stone e abriu o jogo sobre o vídeo de Cry me a River e a sua relação com Justin, revelando que eles não voltaram o namoro por escolha dela.
       

       
      "Eu acho que homens tem egos e quando os egos deles são machucados e seu orgulho são afetados, eles lidam de maneira estranha. Humm.. não sei, cara. Eu realmente não sei o motivo disso. Isso me faz ser realmente receosa com homens, vamos colocar dessa forma. Eu acho que fiquei em choque, sendo sincera. Eu não sabia o que dizer ou o que fazer. Isso foi a última coisa que eu pensei que alguém seria capaz de fazer. Eu fiquei realmente chocada. Mas você vive e aprende com algumas experiências.”
       
      Quando perguntada sobre se ele falou com ela sobre isso, revelou que os dois não voltaram a namorar por uma escolha dela e deu mais detalhes: “Você quer uma exclusiva? Saber realmente a verdade? Aqui está. Ele me ligou e me perguntou se estava tudo bem. Eu não acredito que estou te falando isso. Mas foda-se! Ele me ligou e queria voltar o namoro ou algo do tipo, mas enquanto falava sobre isso dizia coisas como “A propósito, você está no vídeo que vai ser lançado”. Mas ele era bem escorregadio e dizia “Não se preocupe. Não é nada demais.” Então a nossa gravadora me ligou e disse: “Se você quiser mudar o vídeo, você pode.” Eu tinha o poder de vetar o vídeo de “Cry me a River”. Mas eu não quis porque acreditei nele e não queria interferir em seu trabalho, era um vídeo idealizado por ele. Eu ainda não tinha visto o clipe. Então foi lançado e pensei “Eu deveria ter dito não pra essa merda!” Eu fiquei tipo, “Uau. O que está acontecendo?”, mas eu perguntei a ele: “Por que você fez isso?” e ele respondeu, “Bem, eu tenho um vídeo polêmico.” e a minha reação foi: “Sim você tem. (Britney bate palmas como pra um cachorro que fez um truque). Parabéns pra você!” Então, ele teve o que queria. Eu particularmente acho que foi uma tentativa desesperada por atenção. Mas foi uma ótima maneira dele vender discos. Ele é esperto. Um cara esperto.”,
       
      Enquanto isso, publicamente o Justin continuava negando que o vídeo era sobre ela e as revistas tratavam a Britney de uma maneira totalmente machista e abusiva, como nessa chamada: “Podemos perdoar Justin Timberlake por todas aquelas músicas de viadinhos? Hey… ao menos ele transou com a Britney Spears.”
       

       
      Em um eterno jogo de morde e assopra, Justin ia a programas divulgar seu CD e de alguma maneira sempre citar a Britney mesmo que indiretamente. Aqui vemos ele montando a sua "garota perfeita" com elementos de algumas celebridades e o rosto escolhido é o da Britney. Ele sabia que isso dava atenção e adorava!
       
       
      O término da relação e a maneira como foi tratada por todos, deixou Britney muito vulnerável emocionalmente. Apesar de durante 2003-2004 demonstrar ser uma mulher bem resolvida sexualmente e livre de sí, intimamente se sentia sozinha e isso fez com que tivesse atitudes bem erráticas e que eram ligadas diretamente a forma como se deu o término com o Justin.
       


       
      No início de 2004,  Britney chocou a todos ao se casar com Jason Alexander, amigo de infância,  em Las Vegas após dias de festas e bebidas.  O casamento durou 55 horas e foi a primeira vez onde de maneira clara ficou evidente que algo estava errado com Britney. Rumores dão conta que ela se sentia extremamente sozinha, frustrada com o término da sua relação com o Justin e com o divórcio dos pais e que achava que iniciar uma família seria a melhor forma de superar tudo isso. 
       
      Em 2012, no processo que a família Spears moveu contra Sam Lufti - ex "empresário da Britney", os advogados de Lynne Spears disseram em julgamento que o início das crises pessoais e de saúde que a levaram a ser internada se deram após o término com o Justin, afirmando que "durante o período em que estavam juntos ela era como um raio de luz e que após o fracasso da relação se tornou alguém deprimida e com raiva e que isso foi o gatilho pra leva-la a uma série de comportamentos auto-destrutivos."
       
      Meses após o casamento relâmpago em Vegas, Britney - aos  22 anos - surpreende mais uma vez o mundo ao se casar com o dançarino Kevin Federline após 5 meses de relacionamento. Em entrevista em 2012, Britney disse que o casamento tinha sido um erro:  "Acho que me casei por razões erradas. Em vez de seguir meu coração e fazer algo que me fizesse realmente feliz, eu me casei pela idéia de ter uma família e alguém ao meu lado".
       

       
      A relação dos dois era extremamente criticada pela imprensa e grande público que diziam que após a relação dos dois ela tinha deixado a carreira de lado e assumido uma postura "white trash" na maneira de se vestir e comportar. O Kevin era capa de revistas como "O inimigo público #1" e "Homem mais odiado da América".
       

       
      Britney e Kevin ficaram juntos por 2 anos e tiveram dois filhos, Sean Preston e Jayden James, tendo se divorciado dois meses após o nascimento de Jayden. O término se deu após diversos relatos de Kevin festejando por noites em boates de Las Vegas ao lado de mulheres gastando o dinheiro da Britney,  enquanto ela estava com duas crianças pequenas em casa.
       

       
      Pra vocês terem uma idéia, a América odiava tanto o Kevin Federline por ter supostamente "arruinado a Princesa do Pop" que quando o divórcio foi anunciado,  foi comemorado como uma espécie de ano novo com confetes e gritos emocionados da platéia em um dos programas de maior audiência dos EUA, o "The View."
       
       
      Em 2006, as vésperas de lançar seu segundo álbum e namorando Cameron Diaz, Justin traz a tona novamente a sua relação com Britney e um comportamento misógino. Em entrevista pra GQ disse: “Eu sinto que Britney teve muitas oportunidades de vir até a mim, mas ela não o fez. O que está ótimo. Mas naquela época, sabe, eu lutei e é dessa maneira que eu fiz. Eu usei minha mente e vim com uma música.”
       

       
       Em meio ao breakdown da Britney e ruína do casamento com Kevin, Justin usou mais uma vez da relação dos dois pra passar uma mensagem onde reafirmava que estava feliz com tudo isso. A música, que foi basicamente uma continuação de Cry me a River, traz a letra: “Ele é tudo o que você queria em um homem? / Você sabe que eu te dei o mundo / Você me tinha na palma da sua mão / Eu sei que você está vivendo uma mentira, mas tudo bem, porque com o tempo você vai ver que tudo o que vai volta / Você passa suas noites sozinha e ele nunca chega em casa / Ouvi dizer que você descobriu que ele faz com você o que você fazia comigo / Quando você me traiu meu coração sangrou / Você teve o que mereceu.”
       

       
      Como se isso não fosse o bastante, durante um dos seus shows ele cantou “Rehab” da Amy Winehouse durante apresentação de Cry me a River. Nesse mesmo período, Britney estava passando por problemas psicológicos, tinha ido pra rehab e aparentemente estava tendo problemas com álcool.
       
      https://www.youtube.com/watch?v=zcVflqSIdWY
       
      Britney surpreende a todos e em meio a um colapso mental raspa o cabelo, tendo grande repercussão midiática.
       

       
      Um tempo depois, Justin Timberlake foi capa da GQ e fez uma pose e declaração bem sugestiva: "Uma mensagem para Britney? Estou muito longe de toda essa situação."
       

       
      Em um eterno jogo de morde e assopra,  ainda em 2007 durante discurso de agradecimento do Brit Awards, Justin manda uma indireta que muitos entenderam ser pra Britney, afinal ela estava no auge de todo o caos envolvendo a sua vida pessoal e aparente abuso de álcool: "Estou muito agradecido por esse prêmio. Muito feliz. Atualmente estou em turnê e por isso não pude estar ai. Todos tenham uma ótima noite", dai ele interrompe o discurso e diz: "Pare de beber! Você sabe quem você é. Eu estou falando com você. Você vai acabar se descuidando. e a revista Ok! vai acabar dizendo bobagens sobre você. Galera, se divirtam! "
       
      Isso vindo da mesma pessoa que na turnê estava cantando um medley de "Rehab" da Amy Winehouse com "Cry me a River" como forma de deboche.
       
       
       
      Então, em meio a um dos momentos mais críticos da Britney que vinha passando por problemas psicológicos e perseguição midiática, tendo sido posteriormente
      internada involuntariamente em um hospital psiquiátrico, Justin canta durante apresentação de Cry me a river trechos de "Crazy" do  Gnarls Barkley: "Eu acho que você é louca. Eu acho que você é louca."
       
       
       
       
       

       
      Um tempo após Britney ter saído de ambulância da sua casa pra avaliação psiquiátrica, Justin fez o discurso de introdução da Madonna ao Rock and Roll Hall of Fame e usou a oportunidade pra ridiculariza-la: “O mundo sempre esteve cheio de wannabes Madonna. Eu provavelmente até namorei com uma delas.”
       

       
      Em meio a rumores sobre o lançamento de um novo álbum da Britney e com toda a atenção midiática em torno dela, Justin e Timbaland - que estavam no topo das paradas - tentaram capitalizar em cima disso e quiseram ser os responsáveis pelo “Comeback”. No entanto, isso saiu pela culatra porque a Britney não aceitou a parceria e resolveu trabalhar com o Danja. Isso deixou o Timbaland irado e ofendido,  dizendo que ela os devia desculpa e que só a narrativa de Britney e Justin juntos seria capaz de fazer ela voltar a ser sucesso. 
       
      http://www.mtv.com/news/1569558/timbaland-says-britney-spears-dissed-him-and-justin-timberlake-tells-her-to-apologize/
       
      Veronica Finn - a primeira namorada do Justin - dá uma entrevista pra "Star" e relata detalhes do período em que estiveram juntos. O curioso é que ela diz que os dois ficaram juntos até meados de 1998, quando ele a traiu enquanto estava em turnê.  Não existem confirmações se a pessoa com a qual ele traiu foi a Britney Spears, mas coincide com o período em que ela entrou em turnê com o Justin e quando os dois começaram a se relacionar.
       

       
      Aparentemente traição não é um problema pro Justin, ao menos quando ele é a parte que trai.
       
      Em 2010, o relacionamento entre Jessica e Justin passou por uma grande crise após a revelação que ele traiu a Jessica com a atriz Olivia Munn. Em entrevista, a atriz disse que foi enganada e que o Justin disse que tinha terminado a relação com Jessica, apesar da noticia ainda não ter sido divulgada na imprensa.
       

       
       
      A imprensa especulou bastante e diz que a atriz só aceitou voltar a namorar o Justin se eles se casassem.
       

       
      Curiosamente, Justin e Jessica anunciaram noivado uma semana após Britney e Jason Trawick anunciaram seu noivado em uma festa em Las Vegas.
       

       
      Curiosidade nº 2: A capa da revista People que trouxe imagens do casamento do Justin Timberlake com Jessica traz a Britney em destaque.
       

       
      Enfim, em 2013 durante um evento que antecedia o Super Bowl, Justin cantou Cry me a River e introduziu a música dizendo: “As vezes você pensa que achou a pessoa certa, mas depois vê que ela é apenas uma -.”
       

       
      Isso teve grande repercussão na mídia e twitter, fazendo com que ele dissesse dias depois: “Ok, estou vendo. Eu nunca desrespeitaria QUALQUER PESSOA. Nunca. #Relax #ItsBritneyBitch Eu amo falar isso. *com sotaque #Respeito
       

       
      Em 2014, teriamos o primeiro reencontro de Britney e Justin em um evento público desde 2003 no People's Choice Awards. A expectativa era enorme, afinal eles sentariam bem próximos no mapa de assentos divulgado pela organização do evento e existiam diversos rumores de separação do Justin Timberlake e da esposa Jessica Biel em razão de infidelidade dele, após ser flagrado trocando carinhos com uma mulher em uma boate durante turnê mundial do álbum 20/20 e por supostamente ter ficado com a atriz brasileira Thaila Ayala durante passagem pelo Rock in Rio 2013.
       


       

       
      Justin foi sem a esposa e passou a noite acompanhado da apresentadora Ellen DeGeneres.
       

       
      "Coincidentemente", Britney só entrou após o Justin sair da platéia. Ela ganhou dele na categoria "Favorite Pop Star" e repetiu o feito em 2017. 
       

       
      A fixação do marido e da cultura Pop pela relação da Britney e Justin parece incomodar bastante a atriz Jessica Biel. No dia do lançamento da coleção de lingiries "Intimate by Britney Spears", a esposa do Justin curiosamente twittou a mensagem: "A vida é curta demais pra usar lingiries medíocres". O que fez a imprensa e grande público ligarem diretamente a Britney.
       

       

       
      Em 2016, ele trouxe novamente a tona a relação com Britney em entrevista pra Vanity Fair, enquanto divulgava o filme Trolls. Quando perguntado se precisava estar deprimido ou atormentado pra escrever uma boa música, disse: “Depende. No passado, sofrer me fez escrever algumas músicas. Cry me a River foi escrita num período de muita dor, como todos vocês sabem…”
       
      Curiosidade: Durante uma entrevista, a atriz Anna Kendrick cita como caracteristica da sua personagem o termo "Pinky" e na mesma hora o Justin até então bem interativo - muda de feição.
       

       
      Pra quem não sabe, "Pinky" era a maneira como ele chamava a Britney durante o relacionamento dos dois. 
       

       
      Alheia a tudo isso, Britney disse em entrevista que toparia uma parceria com o Justin - o que o deixou bastante surpreso em entrevista pra E!: “Ela disse isso? Claro. Absolutamente. Absolutamente. Eu sou acessível, só me ligar.”
       
       
       

       
      Em 2018, em meio a diversos protestos em Hollywood pelos abusos e ataques misóginos sofridos por atrizes e cantoras ao longo dos anos, foi lançada a campanha "Time's Up". Isso teve grande repercussão durante a premiação "Golden Globe", ao qual Justin e sua esposa participaram. 
       

       
      Ao verem o Justin com o bottom da campanha os ataques nas redes sociais foram intensos, chamando ele de hipócrita por ter trabalhado com Woody Allen, acusado pela própria filha de abuso sexual há anos e pela omissão e misoginia ao longo da carreira com figuras femininas como Britney Spears e Janet Jackson.
       

       
      Mais recentemente, durante divulgação de seu novo álbum "Man of the Woods" e fraco desempenho do single de estréia, Justin foi questionado sobre a possibilidade de fazer uma série de shows em Las Vegas como vem acontecendo recentemente com grandes nomes como Britney Spears, Lady Gaga, Bruno Mars, Mariah Carey e Jennifer Lopez e respondeu sarcasticamente: "Eu não descartaria a idéia se fosse algo diferente. Ter residência em Vegas é algo como... parece que você está planejando sua aposentadoria. É algo assustador!"
       
    • By Fê Mendes
      Após criticar o Super Bowl do Justin, dizendo que foi totalmente estranho, o Joseph Kahn revelou uma curiosidade envolvendo os dois: "Eu acho que a primeira vez que vi o Justin Timberlake foi no trailer da Britney Spears durante as filmagens de "Stronger". Basicamente, minha mente está cheia de memórias bizarras."
      A curiosidade é porque o Justin não aparece nas gravações do "Making the Video", que mostrou os bastidores das gravações do clipe pra MTV.

       
       
    • By Fê Mendes
      A Wendy comentou os rumores da Janet e Britney apareceram e ela não gostou. Disse que elas são artistas principais, não participações. Ela já disse que não vai ver o SuperBowl e o Justin não é motivo pra ligar a TV e ver o intervalo



×
×
  • Create New...