Jump to content
BritneySpears.com.Br: Rebellion
Sign in to follow this  
lucasb

Depois de enxurrada de posts, Britney foi a artista mais pesquisada de ontem (19/10)

Recommended Posts

Em 22/10/2020 at 13:00, britbritnic disse:

Meu sonho um dia entrar no Instagram da Britney e ver que foi TUDO deletado. sonho mesmo kkkkk eu abro um champanhe na hora e comemoro

Sonhando com um reboot nas redes sociais. Sumir um pouco, viver a vida longe de tudo e das críticas. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 21/10/2020 at 18:18, InTheJudgment disse:

Errado. Vou querer vê-la cada vez mais madura e evoluindo em sua discografia, caso queira continuar na música. Quero que ela possa ter total liberdade pra explorar qualquer tema que desejar em seus trabalhos sem precisar se preocupar em estar comercial e em apelar pra sexualidade pra chamar a atenção. Ela é sim poderosa ao beber leite em uma mesa e dançar no deserto. Mas se resumir a isso desde o In The Zone uma hora cansa, né...

Veremos o próximo lançamento. Ah, fórum é assim mesmo, viu? Cada um expõe sua opinião e vai indo. Não tem certo nem errado. Rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 horas atrás, Fiona disse:

Veremos o próximo lançamento. Ah, fórum é assim mesmo, viu? Cada um expõe sua opinião e vai indo. Não tem certo nem errado. Rsrs

"Quando esse negócio da tutela acabar, vão querer ela pendurada num mastro, dançando seminua e suada com vários dançarinos e tudo estará ok. Certo?"

 

Foi o que vc disse no final do seu texto. O "errado" foi apenas a resposta para o "certo?". E mesmo amando o Glory, não deixei de expor minha opinião sobre o tema dele ser basicamente o mesmo que ela vem lançando desde o ITZ: amor, festa, sexo. A produção do Glory é incrível. Mas liricamente ele é sim limitado e isso é old

Share this post


Link to post
Share on other sites
41 minutos atrás, InTheJudgment disse:

"Quando esse negócio da tutela acabar, vão querer ela pendurada num mastro, dançando seminua e suada com vários dançarinos e tudo estará ok. Certo?"

 

Foi o que vc disse no final do seu texto. O "errado" foi apenas a resposta para o "certo?". E mesmo amando o Glory, não deixei de expor minha opinião sobre o tema dele ser basicamente o mesmo que ela vem lançando desde o ITZ: amor, festa, sexo. A produção do Glory é incrível. Mas liricamente ele é sim limitado e isso é old

Desde o ITZ não, isso vem desde o Britney. Ela se tornou uma artista super previsível... Antes mesmo de lançar um projeto, já sabemos quais termas serão abordados e qual será a estética. Ela precisa mesmo sair dessa zona de conforto e inovar pelo menos um pouco. Essa Britney Femme Fatale já não é tão interessante como costumava ser. Ela pode sim continuar falando sobre sexo, mas que entre uma música mais ousada e outra, que venha uma baladinha mais pessoal, poderosa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Queen Of Pop disse:

Desde o ITZ não, isso vem desde o Britney. Ela se tornou uma artista super previsível... Antes mesmo de lançar um projeto, já sabemos quais termas serão abordados e qual será a estética. Ela precisa mesmo sair dessa zona de conforto e inovar pelo menos um pouco. Essa Britney Femme Fatale já não é tão interessante como costumava ser. Ela pode sim continuar falando sobre sexo, mas que entre uma música mais ousada e outra, que venha uma baladinha mais pessoal, poderosa.

Mas no Britney tinha o conceito de ela estar amadurecendo e saindo da era juvenil que passava os dois ultimos álbums. No ITZ ela já estava no auge da maturidade. Por isso que até o ITZ foi ótimo. O Blackout também, inclusive. Só que o Circus, por exemplo, deveria ser um dos álbuns mais pessoais dela, no que diz respeito  à temática nas letras. O FF ok que é o Confessions da Brit. O BJ o que tenho a ver. Mas o Glory era pra exaltar ela como mulher. Era pra ser empoderador. Mas enfim, não depende só dela e isso já estamos carecas de saber. É ÓBVIO que o Circus e o FF nunca que sairiam mais profundos com a equipe que estava por trás. O Glory não foge disso. Por isso, não julgo a fada. Ela trabalha com o que pode. Mas com a liberdade, gostaria de ver ela abordando temas mais profundos, não necessariamente falando sobre tutela. Mas sobre coisas da vida mesmo e sobre outros sentimentos e etc. Ela tem MUITO potencial pra isso e Someday e Everyday traduzem isso

Share this post


Link to post
Share on other sites

É, eu acho que nem se quisesse a Britney poderia falar de coisas muito pessoais nas músicas. 

Ela já deve estar acostumada a vender a imagem como máquina de sexo, as performances dos shows e esses vídeos tensos do Instagram demonstram isso. O problema é que ao mesmo tempo parece cansada desse "personagem", mas é o que ela deve achar que nós fãs queremos, a Britney mais introspectiva e séria (everytime, Someday, até perfume) sempre flopou.

Pra mim desde o circus ela não evoluiu como artista e é compreensível, ser forçada a trabalhar deve ter desmotivado completamente e as questões de baixo auto-estima contribuem. Na real, nem sei se ela realmente quer voltar a ser artista, não parece ser a paixão dela há milênios, por isso nem me surpreendi quando o Jayden falou sobre a mãe pensar em parar. Brit ainda deve ter aquela ilusão de construir a família comercial de margarina e ficar longe dos holofotes, a carreira não é uma prioridade e trouxe muita dor de cabeça.

SE ela reencontrar o gosto pela carreira, deveriam dar liberdade pra ela se arriscar. Britney gosta das músicas da Beyonce, Timberlake, Rihanna... Talvez seja essa a direção que ela queira ir, menos pop e mais urban.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Dragon disse:

É, eu acho que nem se quisesse a Britney poderia falar de coisas muito pessoais nas músicas. 

Ela já deve estar acostumada a vender a imagem como máquina de sexo, as performances dos shows e esses vídeos tensos do Instagram demonstram isso. O problema é que ao mesmo tempo parece cansada desse "personagem", mas é o que ela deve achar que nós fãs queremos, a Britney mais introspectiva e séria (everytime, Someday, até perfume) sempre flopou.

Pra mim desde o circus ela não evoluiu como artista e é compreensível, ser forçada a trabalhar deve ter desmotivado completamente e as questões de baixo auto-estima contribuem. Na real, nem sei se ela realmente quer voltar a ser artista, não parece ser a paixão dela há milênios, por isso nem me surpreendi quando o Jayden falou sobre a mãe pensar em parar. Brit ainda deve ter aquela ilusão de construir a família comercial de margarina e ficar longe dos holofotes, a carreira não é uma prioridade e trouxe muita dor de cabeça.

SE ela reencontrar o gosto pela carreira, deveriam dar liberdade pra ela se arriscar. Britney gosta das músicas da Beyonce, Timberlake, Rihanna... Talvez seja essa a direção que ela queira ir, menos pop e mais urban.

Exatamente, quando ela lança músicas mais introspectivas, os próprios fãs reclamam e fazem chacota! As músicas do glory, apesar de algumas falarem sobre sexo é muito o lírico, é uma coisa elegante, só os clipes q foram mais explícitos, make me é uma música incrível, os fãs adoram música p bater a raba na boate,são os msm q reclamam das músicas mais pessoais, e agora reclamam da Brit sexual!Enfim, a hipocrisia hahahaha

Eu adoraria ela lançasse um ep.meio acústico com letras mais pessoas, 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.



×
×
  • Create New...