Ir para conteúdo
BritneySpears.com.Br: Rebellion

Recommended Posts

Gente, socorro! Só vocês podem me entender. Já recorri a tudo e continuo perdida.

Ano que vem faço o TCC pra finalmente finalizar a minha faculdade do curso de Publicidade e Propaganda que faço. Fiquei esses 4 anos inteiros pensando em temas super inovadores para falar no TCC e nada vinha. Ontem meu amigo apresentou o TCC dele baseando-se na Lady Gaga e foi uma puta apresentação! Aí eu comentando com ele, ele me deu a ideia de eu fazer sobre a Britney (já que sou fã dela), a questão é: como inserir o assunto Britney na publicidade de uma forma que não fique no estilo "ah, muito obvio isso".

Queria fazer um projeto de TCC memorável e incrível pra ficar guardado comigo pelo resto da vida, sabe? Pra eu poder apresentar isso futuramente em um mestrado ou doutorado. 

Me deem alguma luz, por favor!!! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas amore se você que fez a facul não sabe como inserir a Britney no contexto necessário, quem sou eu pra te dar uma dica, um leigo...

Começa com: Quando Deus criou o POP uma futura rainha nasceria em 1998.

Depois disso enche linguiça, exibe a videografia do ícone que o louvor vem..

 

tenor.giftenor.gif

 

Brincadeira a parte, teve um moço, não muito tempo atrás que postou aqui uma pesquisa para um TCC sobre a rainha... votamos toda... é uma boa ideia pra analisar os fans por exemplo, no caso o público alvo... 

Boa sorte mana

 

tenor.gif

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Britney tem tudo a ver com propaganda. Absolutamente tudo na carreira dela. Pode citar o "boom" que teve os comerciais da Pepsi, no grande sucesso de seus perfumes, no grande desempenho de 3 singles (3, S&S e WB) sem divulgação, apenas com o nome dela, recentemente falando. Os problemas enfrentados na falta de planejamento prévio que acarretaram no cancelamento do clipe original de MM, na rejeição do clipe alternativo e na divulgação tardia e desfocada do álbum ao longo dos meses seguintes ao debut e suas consequências ruins. E claro, não pode deixar de fora o fato de tudo, ABSOLUTAMENTE TUDO girar em torno dela, da vida pessoal e psicológica dela e do suposto fim de carreira na época obscura de 2007. Boa sorte, migs!!!!! mdC9spa.gif

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, InTheOasis disse:

Britney tem tudo a ver com propaganda. Absolutamente tudo na carreira dela. Pode citar o "boom" que teve os comerciais da Pepsi, no grande sucesso de seus perfumes, no grande desempenho de 3 singles (3, S&S e WB) sem divulgação, apenas com o nome dela, recentemente falando. Os problemas enfrentados na falta de planejamento prévio que acarretaram no cancelamento do clipe original de MM, na rejeição do clipe alternativo e na divulgação tardia e desfocada do álbum ao longo dos meses seguintes ao debut e suas consequências ruins. E claro, não pode deixar de fora o fato de tudo, ABSOLUTAMENTE TUDO girar em torno dela, da vida pessoal e psicológica dela e do suposto fim de carreira na época obscura de 2007. Boa sorte, migs!!!!! mdC9spa.gif

Quero seu nome nos créditos desse TCC, não menos que isso .. pisou!

KindlyBlaringAplomadofalcon.gif

 

Atenta @Thami Sgalbiero:gret38:

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O colega fez um trabalho sobre como os publicitários ressuscitam a imagem pública da Gaga cheia de fanfics, plágios e forçada de barra?
Tem muito o que abordar nisso mesmo.  :xtinayes:

A carreira da Britney nasceu com talento e marketing muito ligados e de forma muito bem feita e sincera, várias decisões dela (como o clipe de Baby One More Time) tornaram seus primeiros passos icônicos. O primeiro album foi um fenômeno pop e no segundo ela virou uma mania. A relação lírica entre "my loneliness is killing me" do single de estreia, aquele que suplicava pela volta da sua paixão voltar, com "my loneliness ain't killing me no more" de Stronger, single segundo album dando a ideia de superação já no começo da carreira, é um ponto bem interessante e que mostra a evolução dela a cada disco. No terceiro ela já estava consolidada, tendo a sua era mais bem divulgada e dessa temos todo o tipo de material publicitário, foram vários singles, participação em filme, performance polêmica e uma mega tour. Quando ela cresceu a América não aceitou, boicotou, mas ela seguiu e mostrou que através do seu trabalho e da sua arte, tão menosprezada na época por ser assumidamente pop,  que pode ser como ela quiser!

Só que tanto perfeccionismo virou um mártir, as pessoas não a viam como humana e não aceitavam que ela falhasse. Daí veio o declínio da imagem e da vida dela como um todo, o impacto da imprensa que outrora a enaltecia, agora a destruía. Mas mesmo sem poder divulgar corretamente e sendo julgada por todos, o seu talento foi a sua maior publicidade e daí saiu o Blackout, que a fez ser muito mais respeitada musicalmente que antes, ditando o que toca até... HOJE!

Ela recuperou aos poucos desse trauma e a era Circus foi decisiva em planejamento para essa nova fase e na era seguinte, mesmo que ela não estivesse tão focada, a publicidade junto da criatividade garantiu o que seria o ápice do eletropop naquele momento, conseguindo vários hits e clipes incríveis, entre eles Hold It Against Me (o qual pode ser utilizado em uma apresentação pois traduz toda a relação dela com a mídia, vida e carreira desde seu surgimento, passando pelo colapso e voltando triunfante).

O seu nome fez 3, S&S e WB serem impactantes sem nenhum esforço, como citaram. Ela teve uma baixa no mainstream ao se focar em uma residência, mas esta fez com que ela recuperasse a confiança do início da carreira nos palcos e também foi um sucesso, pois permitiu que ela cuidasse da sua vida, finalmente, de forma mais tranquila e mudasse a cara de "cemitério" de ícones que Las Vegas tinha, renovando o público que assistia a esses shows e influenciando até na economia do país, sem falar nos ganhos que a região teve como a unidade de tratamento. É interessante ressaltar que ela não é uma louca ambiciosa por poder, ela usou seu nome para conseguir fundos, não usou a causa para vender a própria imagem. Ativismo de telão? Out!

Tudo conquistado com humildade e despretensão, mas com muito talento envolvido. Um nome tão forte que mesmo em quase meia década de em um só lugar, conseguiu bater recorde de público em Israel algo realmente novo sendo apresentado.

Acho que tem muito o que explorar sobre a publicidade da carreira dela e tem os exemplos ruins, que que foram comentadas acima, que também são pertinentes ao tema, como a equipe dela que tem se perdido nas formas de vendê-la. Espero ter ajudado. Eu queria ter feito algo sobre ela, assim como você, mas não consegui encaixar ela em design de produto. Tentarei em alguma pós talvez. q

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Outrageous disse:

mas vc não tem orientador?

não adianta a gente fantasiar muito no tema, pq se não tem material cientifico pra vc citar e usar na hora de escrever não vai tirar uma nota boa kkkkkkkkkk

faça sobre os perfumes q acho q vai ser mais fácil

Pois é, eu ia comentar do orientador. Mas para embasar não é difícil, só tem que atrelar a história dela a uma metodologia/autor/conceito/teoria.

Mas sobre os perfumes seria super fácil mesmo! Não seria fantasiar, mas seria muito(s) fantasy. q

Agora, Diego Xavier disse:

Como a falta de propaganda adequada no Spotify prejudica um artista: Estudo de Caso sobre Britney Spears :b:

OMG!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 hours ago, Thami Sgalbiero said:

Gente, socorro! Só vocês podem me entender. Já recorri a tudo e continuo perdida.

Ano que vem faço o TCC pra finalmente finalizar a minha faculdade do curso de Publicidade e Propaganda que faço. Fiquei esses 4 anos inteiros pensando em temas super inovadores para falar no TCC e nada vinha. Ontem meu amigo apresentou o TCC dele baseando-se na Lady Gaga e foi uma puta apresentação! Aí eu comentando com ele, ele me deu a ideia de eu fazer sobre a Britney (já que sou fã dela), a questão é: como inserir o assunto Britney na publicidade de uma forma que não fique no estilo "ah, muito obvio isso".

Queria fazer um projeto de TCC memorável e incrível pra ficar guardado comigo pelo resto da vida, sabe? Pra eu poder apresentar isso futuramente em um mestrado ou doutorado. 

Me deem alguma luz, por favor!!! 

Bom dia, tudo bem? Se te interessar, meu TCC que fiz sobre o fórum/Britney... https://www.academia.edu/33850468/O_fórum_de_fãs_Rebellion_e_o_fenômeno_Britney_Spears

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×